Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso do Sul
banner
Diretoria de Atividades Técnicas (xxx67)3357-9427 
   
Destaques 
   
  •   

Conheça 
   
  •  

     
Serviço Social 
   
  •  
     

 
Notícias  
 
Bombeiros realizaram mais de 100 mil atendimentos em 2009
5/02/2010 | Gary Santos

Campo Grande (MS) – Investimentos do governo do Estado em equipamentos para o Corpo de Bombeiros fez aumentar em quase 20% o índice de atendimentos para a população em 2009. O comandante geral dos Bombeiros, coronel Ociel Ortiz Elias, afirma que aproximadamente 84 mil atendimentos realizados em 2008, o número passou para 102.303 no ano passado. “Sem dúvida este aumento é ocasionado pela melhora na estrutura do serviço de atendimento”, observa o Coronel Ociel.

“Em 21 municípios de Mato Grosso do Sul o Corpo de Bombeiros disponibiliza de uma viatura de prontoatendimento pré-hospitalar. Este é o carro chefe dos atendimentos realizados pelos grupamentos, sendo quase 80% da média das ocorrências. Hoje o cidadão pode chamar os bombeiros para atender a diversos tipos de emergência; estamos preparados para isso”, afirma.

Somente em Campo Grande, oito viaturas equipadas com os mais modernos itens para atendimentos pré-hospitalares. “Na Capital, os bombeiros estão equipados para atender, simultaneamente, até oito ocorrências em pontos diferentes da cidade”, analisa o comandante. “Além disso, aqui o Corpo de Bombeiros conta ainda com o apoio do Samu [Serviço de Atendimento Móvel de Urgência], para socorrer vítimas”, informa.

Outro investimento importante para a melhoria dos atendimentos dos bombeiros, na área pré-hospitalar, é a aquisição de desfibriladores. Ao todo, no Estado, cinco estão sendo utilizados – três na Capital e os outros em Dourados e Corumbá. “E há o projeto de compra de novos desfibriladores”, informa.

No planejamento tático de atendimento dos bombeiros, Campo Grande está dividida em duas áreas: norte e sul. Para cada uma dessas regiões existe uma viatura com equipamentos hospitalares de reserva. “Se uma das oito viaturas precisar parar por algum motivo, temos a reserva para manter sempre todas em operação”, ressalta. Na Capital as viaturas mais antigas que estão sendo utilizadas foram adquiridas em 2007, as outras são modelos mais novos, comprados recentemente.

Motocicletas

“Outro ponto positivo verificado na ação dos bombeiros, foi a implantação do grupamento de motos para realizar atendimentos pré-hospitalares. As motos foram empregadas para diminuir o tempo-resposta no socorro às vítimas e já temos observado uma média de seis minutos neste índice. Na área central de Campo Grande o tempo-resposta chega a ser de três a quatro minutos”, afirma o comandante.

As viaturas sob duas rodas são equipadas para fazer um atendimento prévio para vítimas de acidentes até a chegada do carro. São encaminhadas sempre uma dupla de bombeiros para este tipo de ocorrência. “Em alguns casos, quando a viatura chega ao local a vítima já pode ser levada para o hospital porque os primeiros socorros já foram realizados pelos soldados das motocicletas”.

O grupamento de motos, que atualmente opera somente em Campo Grande, deve ser levado também para Dourados, Ponta Porã e Corumbá. “Antes é preciso capacitar os bombeiros que vão atuar nesse grupamento de motos”, salienta.

Além das motocicletas e das viaturas de prontoatendimento pré-hospitalar, os bombeiros disponibilizam também de carros com equipamentos de combate a incêndio e camionetes que podem ser equipadas de acordo com o tipo de ocorrência a ser atendida.

Capacitação

Para aprimorar o trabalho dos soldados, o Corpo de Bombeiros também investe em cursos. “Em 2009 mais 70% do nosso efetivo passou por algum tipo de treinamento em diversas áreas – operacional ou mesmo com instruções sobre drogas e uso de álcool, entre outras, sempre para poder atender a população”, informa o coronel Ociel.

Os cursos servem também para formar multiplicadores, uma vez que os bombeiros também desenvolvem o trabalho de orientação para a comunidade.

“Quando o governo investe na melhoria da estrutura da corporação, como consequência observamos a melhoria no atendimento à população”, conclui o comandante Geral do Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso do Sul, coronel Ociel Ortiz Elias.


Fonte: Site SEJUSP



 
Clique aqui para enviar esta matéria a alguém  Clique aqui para imprimir esta matéria
 
Mapa do Site
Acesse 
   
  •  

banner
banner
banner
banner
banner
banner
Comando Geral CBMMS | R Fernando Augusto Corrêa da Costa, 376 | Jd América | Campo Grande-MS | CEP 79080-790 | Gabinete 3357-9408