1° Grupamento de Bombeiros Militar recebe Moção de Congratulação por projeto “Doar para Salvar – A Solidariedade não pode parar”.

Categoria: Geral | Publicado: sexta-feira, outubro 20, 2017 as 11:34 | Voltar

 

Campo Grande(MS)-Na data de 28 de setembro de 2017 o 1 ° Grupamento de Bombeiros Militar na pessoa do Coronel QOBM ROMERO Inácio de Souza – Comandante do 1°GBM e o 1°SGT CRISTIANO Aparecido Ferreira Rocha – Idealizador do projeto, receberam moção de congratulação, aprovada na sessão ordinária da Assembleia Legislativa do dia 27 de setembro de 2017:

“ A Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso do Sul, Casa das Leis e de Cidadania, por proposição do Deputado Junior Mochi, em nome de seus pares e do povo sul-mato-grossense, vem consignar nossos votos de admiração, respeito e reconhecimento pela realização do Projeto “Doar para Salvar – A Solidariedade Não Pode Parar”. Fato conhecido é que este projeto consiste em grande campanha de doação de sangue no âmbito do Corpo de Bombeiros Militar, na qual os próprios bombeiros participaram como doadores periódicos e agentes multiplicadores, incentivando novas doações em seu convívio social. Doar sangue é um gesto de amor ao próximo, verdadeira demonstração de solidariedade, ato de fé e bondade, eis que cada doação, pode salvar a vida de até quatro pessoas. Nesse sentido, não há como mensurar a importância do Projeto Doar para Salvar, razões pelas quais os membros desta Casa de Leis sentem-se compelidos a apresentar esta homenagem, como forma singela, mas verdadeira de reconhecer e valorizar tão importante iniciativa.Parabéns”

O projeto criado pelo 1º GBM mostra a importância do ato e esclarece os mitos sobre a doação de sangue e medula óssea, incentivando ainda a promoção da prática da doação voluntária como exercício de cidadania em benefício do bem comum, mostrando à importância do ato solidário de doar sangue e medula óssea. Mostrando ainda os benefícios que a Lei proporciona para os doadores voluntários.

Os bombeiros militares participam como doadores fiéis, sendo agentes multiplicadores e incentivadores de novas doações em seu convívio social.

Foi criado um banco de dados dos bombeiros militares para manter todos os tipos sanguíneos ajudando assim a diminuir o déficit de captação de sangues do Hemosul.

 

Publicado por:

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.