2ºGrupamento de Bombeiros Militar em Dourados realiza resgate de suicida

Categoria: Geral | Publicado: sexta-feira, fevereiro 12, 2016 as 09:26 | Voltar

Dourados (MS) - Na tarde da quinta-feira (11), as guarnições de resgate e salvamento do 2º Grupamento de Bombeiros Militar deslocaram-se até o bairro Jardim Marília, onde resgataram um homem de 39 anos que encontrava-se em local elevado e ameaçava suicidar-se. Consciente e orientado, o homem foi transportado pelos bombeiros até a Unidade de Pronto Atendimento.

Para o capelão do Corpo de Bombeiros Militar, capitão Edilson dos Reis, que também é presidente da Associação Sul-mato-grossense de Prevenção ao Suicídio, a tentativa de suicídio nunca é resultado de um evento ou fator único. Normalmente sua causa é uma interação complexa de vários fatores, como transtornos mentais e doenças físicas, abuso de substâncias, problemas familiares, conflitos interpessoais e/ou situações de vida estressantes.

Antes da tentativa de suicídio, as pessoas normalmente demonstram sinais de risco como:

- Remoerem pensamentos obsessivamente;

- Sentirem-se desesperançosas e não acreditarem que haja outro modo de aliviar a dor que não inclua a morte;

- Veem a vida como algo sem significado ou se julgam incapazes de controlá-la;

- Sofrem de alterações de humor extremas;

- Experimentam raiva ou sentimento de vingança extremos;

- Sofrem de níveis altos de ansiedade, além de ficarem irritadas frequentemente;

- Experimentam sentimentos fortes de culpa ou vergonha, ou sentem que são um fardo para os outros;

- Sentem muita solidão ou isolamento, mesmo quando estão próximas de outras pessoas, além de exibir sinais de vergonha ou humilhação.

Segundo o capelão Reis, familiares e amigos que observarem esses sintomas devem agir e buscar apoio de profissionais treinados para lidar com essas situações. O Grupo de Apoio à Vida (GAVI), o antigo CVV,  pode ser contatado através do telefone 141. Já a Associação Sul-mato-grossense de Prevenção ao Suicídio realiza visitas e palestras gratuitamente, informações pelo telefone 67 9982-6179.

Publicado por:

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.