Bombeiros em Ivinhema resgatam corpos de mãe e filha que, após acidente, caíram no Rio Vacaria

Categoria: Geral | Publicado: quinta-feira, julho 20, 2017 as 17:03 | Voltar

Na manhã do dia 20 de julho de 2017, quinta-feira, o Corpo de Bombeiros Militar em Ivinhema localizou no Rio Vacaria os corpos das mulheres que morreram após o veículo que estavam ter sofrido um acidente e caído no rio. A operação de resgate durou toda a manhã e contou com a participação de três bombeiros militares: Tenente Silveira, Subtenente Gilberto e Sargento R. Santana, todos do Quartel de Ivinhema.

Ontem no final da tarde, por volta das 16:30h, o senhor Roberto Carlos Demazi dirigia seu carro, um Palio Weekend, acompanhado da mulher Maria Auxiliadora Vilhalba Demazi e da filha do casal, Maria Rita Vilhalba Demazi, pela MS 145, onde, segundo depoimento do condutor, ao tentar desviar de outro veículo, acabou perdendo o controle da direção do carro, bateu na mureta de proteção da ponte sobre o Rio Vacaria e caiu dentro do rio. Apenas o senhor Roberto Carlos conseguiu sair do veículo e se salvar. A esposa e a filha dele submergiram com o veículo e morreram no local.

No momento que receberam a ligação de emergência, os bombeiros deslocaram para o local do acidente e fizeram o levantamento das informações necessárias para o trabalho de resgate dos corpos. Após o reconhecimento da área, os bombeiros militares iniciaram os trabalhos no dia seguinte, sexta-feira, pois não realizam mergulho no período noturno por questões de segurança dos mergulhadores e por não terem visibilidade dentro das águas do rio.

Na sexta-feira de manhã, logo às 5 horas, os bombeiros já estavam no Rio Vacaria para tentar localizar o carro. Em pouco tempo localizaram o veículo e os corpos dentro do mesmo, mas não conseguiram retirar as vítimas devido o carro estar tombado e por não conseguirem acesso ao interior. Nesse momento, de acordo com o Tenente Silveira, que comandou a operação, eles tiveram a ideia de içar o carro com um trator e utilizando cabo de aço e fitas.

“Um trator ficou posicionado em cima da ponte de concreto enquanto um bombeiro mergulhou e passou a fita por dentro do carro. Em seguida, o mergulhador da Corporação amarrou os corpos junto ao veículo para evitar que pudessem descer com a correnteza, que era intensa e contínua”, observou o oficial. Desse modo, eles conseguiram içar o carro até a altura do nível da água e nesse instante os outros bombeiros aproximaram com o barco da Corporação e efetuaram a retirada dos corpos do interior do veículo.

Após essa ação, abaixaram novamente o carro até o fundo do leito do rio. Em seguida, o trator foi posicionado às margens do Rio Vacaria e os bombeiros amarraram o cabo de aço no veículo de modo a poder içá-lo até a margem, finalizando a operação.

O Corpo de Bombeiros Militar destaca que a operação teve êxito em conseguir localizar e resgatar os corpos das vítimas fatais, mas que cada ação desenvolvida foi realizada com cautela e envolveu procedimentos perigosos. O mergulho de resgate que os bombeiros realizam depende de muito conhecimento técnico. Mesmo assim, cada operação tem uma singularidade e oferece riscos aos militares. O telefone de emergência dos bombeiros militares é o 193.

 

 

Publicado por:

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.