Bombeiros Militares resgatam empresária desaparecida há dois dias em Sidrolândia

Categoria: Geral | Publicado: sábado, junho 17, 2017 as 17:08 | Voltar

Sidrolândia (MS) - Thaís Regina de Souza Valadares, de 40 anos, foi encontrada no início da noite desta sexta-feira (16), em Sidrolândia, pela equipe de Bombeiros Militares. Segundo informações de familiares, a empresária desapareceu desde o fim da noite de quarta-feira (14) quando seguia viagem para Maracaju, onde iria visitar o namorado em uma fazenda. 

Os militares do Corpo de Bombeiros encontraram o veículo da empresária, um VW Gol de cor vermelha, atolado em uma estrada vicinal, perto da divisa de Sidrolândia com Maracaju. A partir de então, foram usadas técnicas de buscas em linha, fazendo a varredura do local chamando por Thaís. O carro foi encontrado por volta da 17h, há 30 km da rodovia e, por volta das 18h30, ela foi achada caída no milharal aproximadamente 10 km de onde o carro estava atolado. Thaís respondeu ao chamado do Corpo de Bombeiros, que possibilitou o resgate. Ela estava debilitada, desorientada, com ferimentos pelo corpo e sinais de contaminação por ingestão de água não potável. Thaís foi encaminhada ao Hospital Elmíria Silvério Barbosa, em Sidrolândia, para os primeiros socorros.

O Comandante das Equipes de Busca, Resgate e Salvamento, 2° Tenente Antônio Marcos Francelino, coordenou uma equipe de 10 (dez) Bombeiros Militares e definiu todas as estratégias para a operação de busca que durou 48 horas.

Quando ela se viu no meio do milharal, se assustou, já havia anoitecido, ela dormiu a primeira noite no veículo, mas viu cobras e decidiu descer para pedir ajuda, se perdendo”, explicou o tenente. Francelino relatou que a empresária estava em estado de choque ao ser encontrada. “Bastante arisca, estranhou a gente, estava assustada por rodear o milharal sem conseguir encontrar ninguém e com medo”, explicou o Tenente.

Segundo ele, Thaís bebera água empoçada de chuva e sua situação poderia se agravar caso o resgate não ocorresse. “O tempo estava jogando contra nós e ela”, disse. “Não tínhamos nenhum ponto de referência de onde ela pudesse estar. São 120 quilômetros possíveis até a fazenda do namorado, um raio muito grande de busca, em mata fechada, sem visibilidade adequada. Por isso a prioridade era encontrar o veículo e desta forma delimitar o espaço para o trabalho”, concluiu.


Na primeira noite, a de quarta-feira, ela dormiu dentro do Gol vermelho. Logo pela manhã do dia seguinte, decidiu seguir a pé para pedir ajuda. Escolheu uma trilha e acabou ficando perdida. "Nunca é recomendado pegar trilha porque a vegetação é muito repetitiva e a possibilidade de se perder é muito grande", explicou Francelino.

A empresária ficou rodando em círculos durante toda a quinta-feira e o seu quadro de diabetes, aliada à falta de alimentação e ingestão de líquido contaminado deixou sua saúde fragilizada. Por isso, não conseguiu retornar ao carro.

O Tenente Antônio Francelino, explicou que a empresária teve muita dificuldade em localizar-se devido às condições estressantes vividas naquele momento. "A situação de pânico e a busca por socorro fazem com que o julgamento da pessoa fique prejudicado e ela passa a tomar medidas equivocadas", explicou.

Várias forças de segurança participaram das buscas, equipes de Bombeiros Militares de Sidrolândia, Maracaju, Aquidauana e Campo Grande, além de cães farejadores, drones, um helicóptero, Polícia Militar, Garras (Delegacia Especializada em Repressão a Roubo a Banco, Assaltos e Sequestros), PRF (Polícia Rodoviária Federal) e funcionários da fazenda, onde a empresária foi encontrada também participaram das buscas.

O Corpo de Bombeiros orienta que em condições como essa, as pessoas nunca devem acessar estradas que não conhecem e evitar vias de terra que têm muitas bifurcações.

Também é ideal que as pessoas estabeleçam horários de comunicação com mais de um parente e/ou amigo. No caso de se perder, o melhor é permanecer em local onde há fluxo de veículos para pedir socorro.

Publicado por:

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.