Bombeiro Militar em Três Lagoas finaliza semana com diversas ocorrências e três grandes incêndios em edificação

Categoria: Geral | Publicado: domingo, setembro 3, 2017 as 23:07 | Voltar

Três Lagoas (MS) – 5º Grupamento de Bombeiros Militar finalizou a semana, de 27 de agosto a 2 de setembro de 2017, com um total de 236 ocorrências (média de 34 ocorrências/dia), com destaque para três grande incêndio em edificação.

Por volta das 16h40min, do dia 28 de agosto (segunda-feira), as guarnições de Combate a Incêndio (ABT 37), de Salvamento (ABR 35) e uma Unidade de Resgate (UR 86), deslocaram até a Rua Duque de Caxias, nº 561, no bairro Jardim Primaveril, para atender a uma ocorrência de incêndio em lavanderia industrial. Segundo informação do proprietário, uma funcionária abriu uma secadora, equipamento este que trabalha em alta temperatura, cheio de toalhas industriais, sem desliga-la. Ao abrir a porta da máquina ocorreu uma explosão, iniciando aí o sinistro. As guarnições, então, efetuaram o combate ao fogo, desde a extinção das chamas até o rescaldo. Como o local não possuía Certificado de Vistoria do Corpo de Bombeiros Militar (CVCBM), a empresa foi notificada e multada.

No dia 31 de agosto (quinta-feira), por volta das 00h47min, as guarnições de Combate a Incêndio (AHQ 01), de Salvamento (ABR 35) e uma Unidade de Resgate (UR 86), deslocaram novamente para mais um incêndio em edificação, na Rua Protázio Garcia, nº 1110, no bairro Jardim das Oliveiras, dessa vez numa indústria de picolés, de médio porte. No local, as chamas atingiram um caminhão baú refrigerado, câmaras frias, freezers, geladeiras e diversos materiais para fabricação de sorvetes e picolés. Graças a chegada rápida dos bombeiros, parte da edificação, outros equipamentos e cilindros de gás foram salvos das chamas sem avarias. As guarnições envolvidas realizaram as técnicas de confinamento, contenção e extinção das chamas, com proteção de áreas adjacentes e também de salvados. A ocorrência foi finalizada com o rescaldo e solicitação da perícia para averiguar as possíveis causas do incêndio. A empresa foi notificada e multada pelo Corpo de Bombeiros Militar por não possuir o Certificado de Vistoria (CVCBM).

Já no dia 2 de setembro (sábado), por volta das 16h20min, o Centro de Operações recebeu solicitação, via telefone, da Polícia Militar do Município de Água Clara, para atender a um incêndio que ocorria em amontoado de madeira, numa Serraria, às margens da BR 262, no Núcleo Industrial Barra Mansa. No local, caminhões tanques das empresas: FIBRIA, CHANFLORA e ELDORADO, e duas pás carregadeira da Prefeitura. O Corpo de Bombeiros Militar, por telefone, orientou as equipes que retirassem o material combustível (madeira) das chamas, isolando-o, e realizasse o combate com água até a chegada da viatura de salvamento dos bombeiros. A guarnição de Salvamento (AS 74), chegando ao local, dirigiu os trabalhos de rescaldo e, verificando que a empresa não possuía o Certificado de Vistoria do Corpo de Bombeiros Militar nem sistema preventivo fixo de segurança contra incêndio e pânico, notificou, multou e interditou o local.

Publicado por:

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.