Mergulhadores do Corpo de Bombeiros Militar em Naviraí atuam em resgate de homem que se afogou durante pescaria

Categoria: Geral | Publicado: terça-feira, setembro 29, 2020 as 11:35 | Voltar

Naviraí (MS) – Na terça-feira (22), mergulhadores do 6º Subgrupamento de Bombeiros Militar em Naviraí foram acionados para iniciarem as buscas pelo corpo de um homem de 41 anos que havia caído e desaparecido durante pescaria no rio Amambai.

Um amigo da vitima, de 36 anos, informou que ambos estavam pescando próximo a Ponte da Balsinha, no rio Amambai, desde às 17h da terça-feira (22) e, já próximo da meia-noite, quando estavam recolhendo os materiais para irem embora, seu colega se desequilibrou e caiu na água.

Imediatamente após o chamado, a guarnição, composta pelos militares Sargento A. Costa, Cabo Hariel César e Cabo Adriene, deslocaram até o ponto exato do acidente e iniciaram as buscas. O corpo de A.P.D, de 41 anos, foi localizado por volta das 11h de sexta-feira (25), 3 dias após o afogamento, já sem vida.

Mergulhadores do 6º SGBM/Ind. em ação

Evite acidentes

O Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso do Sul orienta a população para os cuidados básicos para evitar acidentes em ambientes aquáticos:

  • Mesmo que saiba nadar, antes de entrar em locais como rios, lagos ou piscinas, verifique as placas de identificação que indiquem PERIGO e fique atento com as placas de sinalização informando por exemplo, a profundidade, correnteza, não é permitido pular etc….;
  • Alimente-se com moderação, prefira comidas leves e evite o excesso de bebida alcoólica;
  • Não entre na água depois de ingerir bebidas alcoólicas e alimentos em demasia;
  • Nunca nade sozinho;
  • Nunca deixe crianças sozinhas;
  • Redobre os cuidados com as crianças em lugares com piscinas;
  • Não deixe crianças aos cuidados de estranhos;
  • Não permaneça perto de embarcações;
  • Respeite a sinalização do local;

É importante ressaltar que, em caso de afogamento, o cidadão só tente salvar a vítima caso seja habilitado e esteja em boas condições físicas para a ação. Caso contrário, tente se aproximar da vítima e lance algum objeto que a ajude a flutuar, ser puxada para um local seguro e acione o guarda-vidas ou o Corpo de Bombeiros Militar através do telefone de emergência “193”.

Publicado por: Alex Fernandes

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.