Militares do 1º Grupamento de Bombeiros de Campo Grande participam de mutirão para eliminação de focos do mosquito AEDES AEGYPTI

Categoria: Geral | Publicado: sexta-feira, fevereiro 3, 2017 as 12:03 | Voltar

Campo Grande (MS) – O Governo de Mato Grosso do Sul publicou em 29 de Março de 2016 o Decreto nº 14.437 que aprova o Plano Emergencial de Vigilância de Combate ao Vetor Aedes Aegypti, na transmissão da Dengue, Chikungunya e Zika, no Estado de Mato Grosso do Sul.

A finalidade do Plano Emergencial é o combate ao vetor Aedes Aegypti, além de propor ações a fim de reduzir e/ou erradicar a transmissão dos agravos de saúde à população.

Dando sequência nas ações de prevenção, militares do 1º Grupamento de Bombeiros da capital fizeram na manhã desta sexta-feira (03) um mutirão de limpeza na sede do quartel, localizada na avenida Costa e Silva, 901, vila Progresso.

O objetivo principal é sensibilizar e mobilizar todos os Bombeiros Militares na prevenção e eliminação de focos do mosquito Aedes Aegypti, durante todo o ano, e definir a última sexta-feira de cada mês como o “dia da faxina”, na qual todos os militares deverão se empenhar no intuito de eliminar qualquer  foco do mosquito.

O Corpo de Bombeiros Militar do MS destaca a importância da prevenção e da participação de toda sociedade, mantendo seus terrenos limpos e livres de qualquer objeto que possa acumular água parada e limpa, principalmente neste período do ano, onde as chuvas são mais constantes e os riscos de uma epidemia aumentam consideravelmente.

ORIENTAÇÕES PARA EVITAR A PROLIFERAÇÃO DOS FOCOS

  • Manter as calhas sempre limpas;
  • Jogar no lixo objetos sem utilização que possam acumular água;
  • Jamais deixar pneus expostos ao tempo, evitando desta forma o acúmulo de água dentro deles;
  • Cobrir as piscinas quando não estiver em uso, limpar periodicamente, utilizando, preferencialmente cloro;
  • Esvaziar baldes, latas e garrafas e não se esquecer de guardá-los com o gargalo para baixo, preferencialmente em local coberto;
  • Manter as vasilhas de alimentação dos animais domésticos sempre limpas, trocando a água diariamente;
  • Encher de areia as bordas dos vasilhames das plantas;
  • Não deixar água acumulada sobre as lajes.

Publicado por:

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.