O CORPO DE BOMBEIROS MILITAR EM COSTA RICA ATENDE OCORRÊNCIA DE ATAQUE DE ABELHAS NO CENTRO DA CIDADE

Categoria: Geral | Publicado: quarta-feira, maio 31, 2017 as 10:53 | Voltar

 

 

 

 

 

Costa Rica (MS) – Na manhã desta terça-feira (30), funcionários da Prefeitura Municipal, que faziam serviço de manutenção na praça central da cidade, foram surpreendidos por um enxame de abelhas migratórias. Após se alvoroçarem com a movimentação dos trabalhadores, os insetos invadiram a praça e uma academia próxima, deixando pelo menos 3 vítimas graves que foram atendidas pelos militares do Corpo de Bombeiros.

A movimentação dos militares e a correria das pessoas devido aos ataques, assustaram a população que ainda se lembrava de uma outra ocorrência envolvendo ataque de abelhas ocorrida na data de 25 de novembro de 2016, quando a vítima atacada na rua, levou cerca de 300 picadas e foi hostilizada em estado grave na Fundação Hospitalar de Costa Rica.

No caso acima, o resgate da vítima só foi possível, após os bombeiros dispersarem o enxame com jato d’água da viatura, uma vez que a vítima estava com o corpo coberto pelos insetos.

Neste último episódio, a tática utilizada pelos militares do Corpo de Bombeiros Militar para conter o ataque das abelhas, consistiu no isolamento da quadra em torno da praça e na orientação da população por meio dos programas de rádio com programação ao vivo.

Após o isolamento do local, os militares lançaram uma solução de espuma de sabão em pó por meio de jato “neblinado” a partir da viatura de combate a incêndio, o que possibilitou o extermínio dos insetos. É importante destacar que, numa situação de emergência envolvendo o ataque de abelhas, a técnica de lançar espuma de sabão, provoca a morte dos insetos, quase que instantaneamente. A explicação pode estar relacionada ao fato de que, a solução de sabão ou detergente, além ficar impregnada nas asas das abelhas, ainda causa a obstrução dos condutos respiratórios dos insetos, causado a morte por asfixia.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

por: ST BM Teodoro.

 

Publicado por:

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.