O Corpo de Bombeiros Militar alerta para os riscos quanto ao acendimento de chapas e churrasqueiras com álcool combustível

Categoria: Geral | Publicado: quarta-feira, julho 12, 2017 as 22:16 | Voltar

Costa Rica (MS) – Nesta segunda-feira (10), por volta das 19h34min, a viatura de resgate do 19º Subgrupamento de Bombeiros Militar, foi acionada para atender a uma ocorrência de pessoa vítima de queimadura por álcool combustível. Familiares contaram à equipe de resgate, que houve uma explosão, no instante em que a vítima tentou acender a chapa de passar bifes. O acidente ocorreu na Rua Martins Lazaro de Andrade nº 298 –Centro.

Só este ano, 5 pessoas foram hospitalizadas no município, vítimas de queimaduras por álcool combustível e depois, transferidas para a Santa Casa de Campo Grande, sendo que, uma destas vítimas, sofreu queimadura em situação semelhante ao ocorrido nesta segunda-feira.

Segundo informações divulgadas no Site da Santa Casa de Campo Grande, em 14 novembro de 2016, todos os 16 leitos do setor de queimados, estavam na época, ocupados por pacientes que sofreram algum tipo de queimadura, sendo que, na maioria dos casos, as vítimas teriam se envolvido em algum tipo de acidente com álcool combustível, durante o acendimento de churrasqueiras ou chapas.

Sobre este tipo de ocorrência, o Corpo de Bombeiros Militar alerta que por ocasião das festividades de final de ano ou mesmo durante outras datas especiais, o número de acidentes envolvendo queimaduras, cresce assustadoramente, principalmente, devido à combinação perigosa entre álcool combustível e a prática pouco cuidadosa, quanto ao acendimento de chapas ou churrasqueiras com álcool combustível.

Quanto à segurança, o Corpo de Bombeiros Militar orienta as pessoas para que evitem utilizar chapas para a prática de assados em família e, principalmente, a prática de acendimento utilizando álcool combustível. Não sendo possível, que o equipamento seja manuseado por pessoas experientes e em local seguro, distante da presença de crianças e idosos.

Em caso de acidentes envolvendo líquidos combustível, o mais correto e tentar abafar as chamas utilizando um cobertor seco ou uma toalha grande. O rolamento da pessoa ao solo, na tentativa de apagar as chamas, deve ser fortemente evitado, e realizado somente em último caso, uma vez que pode causar ainda mais lesão no corpo da vítima.

Nunca se deve passar pomada, pasta de dente, manteiga ou qualquer outro produto ou substância caseira no corpo da pessoa queimada. Adereços como, relógios, pulseiras e anéis, devem ser retirados da vítima. Ao contrário disso, não se deve tentar retirar as vestes ou parte delas, que por ventura, tenham ficado aderidas à pele queimada. As pessoas devem ter em mente que, todo queimado, deve ser levado o mais rápido possível para avaliação médica e, preferencialmente, por viaturas com equipes especializadas ou capacitadas para o atendimento de primeiros socorros, ainda no local do acidente.

Por: ST BM Teodoro

Publicado por:

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.