Adestradores do 6º Grupamento de Bombeiros Militar em Campo Grande participam de prova de Certificação Internacional de Cães de Resgate Organizada

Categoria: Geral | Publicado: segunda-feira, maio 2, 2016 as 11:09 | Voltar

Campo Grande (MS) - Durante os dias 28 a 30 de abril, o oficial do 6º Grupamento de Bombeiros Militar, Capitão FÁBIO Pereira de Lima, adestrador, cionotécnico, responsável pelo Serviço de Busca e Resgate com Cães do Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Mato Grosso do Sul, juntamente com seu cão DUKE, de 03 (três) anos, da raça Pastor Belga e sua equipe de especialistas os Soldados Bombeiros Militar Medeiros e Luiz Leite, participaram do International Rescue Dog Organisation - IRO na cidade de Xanxere, estado de Santa Catarina.

Na ocasião o desempenho do cão Duke foi excelente obtendo 193 (cento e noventa e três) pontos de 200 (duzentos) no total na prova de Busca Rural achando 02 (duas) vítimas em menos de 10 (dez) minutos, numa área de 20.000 m². Na Busca Urbana obteve destaque dentre os demais, chegando a localizar a primeira vítima em apenas 01 (um) minuto e a segunda em menos de 09 (nove) minutos, sendo que as vítimas estavam totalmente ocultas nos escombros, completando a prova com êxito.

O Cão de Busca e Resgate Duke obteve a pontuação de 58 (cinquenta e oito) sendo que a mínima necessária no quesito obediência e destreza era de 70 (setenta) pontos. Duke já está atuando em ocorrências na corporação.

A prova tem por objetivo avaliar os cães em provas práticas operativas e também sua obediência e destreza através de comandos verbais ou gestuais na pista com equipamentos onde o cão deve percorrer. Para melhor compreensão das vantagens de aplicação de um cão nas operações de busca e resgate, destaca-se que um cão possui 300 (trezentos) milhões de células olfativas, enquanto um ser humano possui apenas 05 (cinco) milhões.

Um cão de resgate é capaz de substituir 30 (trinta) bombeiros em uma operação e a corporação possui ainda outros cães em treinamento nas cidades de Campo Grande e Coxim, ambas do Mato Grosso do Sul.

Publicado por:

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.